26/03/2021

Estresse: como ele afeta a pele, unhas e cabelo?

O estresse pode ser desenvolvido a partir do acontecimento de uma grande mudança, seja positiva ou negativa, atitudes e fatores externos repetitivos que afetam o dia a dia.

A pandemia da Covid-19 é um exemplo. Com a necessidade de fazer o isolamento social, diversas incertezas sobre o futuro e o medo constante, é mais fácil passar por um quadro de estresse, capaz de causar efeitos negativos para o organismo.

Além das dificuldades para dormir, alterações no humor e a falta de apetite, podem ocorrer danos na pele, no cabelo e nas unhas. A seguir, citamos alguns desses problemas e o que pode ser feito para prevenir o estresse.

  1. Pele

Possíveis consequências: envelhecimento precoce, maior ressecamento, aumento do surgimento da acne e oleosidade, piora da psoríase.

  1. Cabelo

Possíveis consequências: queda e quebra dos fios, branqueamento precoce, falta de brilho.

  1. Unhas

Possíveis consequências: enfraquecimento e quebra das unhas, aparecimento de marcas e manchas esbranquiçadas nas superfícies.

Como prevenir o estresse?

Em entrevista ao site Drauzio Varella, a médica psiquiatra Alexandrina Meleiro indica boas horas de sono e de lazer, além da prática de atividades físicas e hobbies para se distrair e descansar.

Meleiro afirma que é importante identificar a causa do estresse e procurar formas de fugir dela. “Acima de tudo, a pessoa não deve automedicar-se. Incluo nisso o álcool que anestesia, os tranquilizantes e os analgésicos. Se a pessoa não conseguir controlar os níveis de estresse sozinha, deve procurar ajuda profissional”, recomenda.

Confira a entrevista completa aqui.


Gostou deste texto? Aproveite para compartilhar nas redes sociais!

+ Saiba mais
Compartilhe:

10/02/2021

Colágeno: conheça os tipos e os benefícios para o seu corpo

É muito comum procurarmos pelo colágeno por causa dos resultados estéticos. São cremes para o rosto e o corpo, xampus e condicionadores, suplementos…

Ele está em diversos produtos de beleza. Mas você sabia que o colágeno também é fundamental para alguns tecidos, como, por exemplo, as articulações?

Neste texto, você vai saber mais sobre o colágeno, seus tipos e funções para melhorar sua qualidade de vida! Confira!

O que é colágeno?

O colágeno é uma importante proteína que proporciona mais elasticidade e firmeza para pele, unhas e cabelos. Ele também é responsável por formar alguns tecidos, como ossos, músculos, tendões e articulações.

Encontrado em vários alimentos, como carnes vermelhas e brancas, ovos, peixes, iogurte desnatado e gelatina, essa proteína também é produzida pelo nosso corpo, sendo estimulada pelas vitaminas A, C e E.

Com o avanço da idade, nosso organismo diminui a produção, resultando na possibilidade de desgaste dos tecidos, no surgimento de doenças, como artrite, artrose e osteoporose, além do aparecimento de estrias, rugas e outras linhas de expressão.

Dessa forma, pode ser recomendada a suplementação de diferentes tipos de colágeno, sendo encontrada em cápsulas, líquida e em pó.

Abaixo, você conhece as diferenças entre os principais tipos de colágeno e seus benefícios.

Colágeno tipo 1 (hidrolisado)

O colágeno tipo 1, também conhecido como colágeno hidrolisado, é obtido do osso e da cartilagem bovina e suína. Ele passa por um processo chamado de hidrólise, que consiste em quebrar as proteínas, reduzindo seu tamanho. Assim, ele pode ser absorvido mais rápido.

Seus principais benefícios são:

  • Fortalecer as articulações;
  • Melhorar a firmeza da pele;
  • Ajudar no tratamento da osteoartrite.

Colágeno tipo 2 (não hidrolisado)

O colágeno tipo 2, ou não hidrolisado, não passa por alterações, sendo absorvido de forma natural.

Entre os produtos Kress, o suplemento Articulam tem em sua fórmula vitaminas, minerais e este colágeno que auxilia no bom funcionamento das articulações, reconstruindo as cartilagens e reduzindo o processo inflamatório.

Encontre mais informações sobre o Articulam, clicando aqui.

Peptídeos de colágeno

Neste caso, o colágeno é altamente hidrolisado e alcança seus peptídeos – um conjunto de aminoácidos. Essa forma de apresentação é a que possui maior facilidade de absorção por serem partículas ainda menores.

Na Kress, podemos encontrar os peptídeos de colágeno em dois produtos.

No suplemento Cartiplex, a proteína auxilia na prevenção de dores e proporciona mais sustentação e elasticidade para pele, ossos, cartilagens, ligamentos e tendões.

Para mais detalhes sobre o Cartiplex, clique aqui.

O Retixium possui em sua fórmula o colágeno Verisol, que faz com que as células da pele sejam estimuladas a produzirem ainda mais colágeno. Isso promove a firmeza da pele e suaviza as linhas de expressão e a aparência de “casca de laranja” causada pelas ondulações da celulite e estrias. Saiba mais sobre o Retixium, clicando aqui.

Ilustração em tons de azul que apresenta a estrutura dos colágenos. Da esquerda para a direita: a estrutura do colágeno não hidrolisado tem todas as proteínas bem próximas. Ao lado, o colágeno hidrolisado tem suas estruturas mais separadas. Ao lado estão os peptídeos de colágeno no qual as proteínas estão menores e mais separadas.
Estruturas dos tipos de colágeno

Gostou deste texto? Compartilhe em suas redes sociais!

+ Saiba mais
Compartilhe:

19/01/2021

Antioxidantes: o que são e em quais alimentos são encontrados?

Os antioxidantes são importantes substâncias que possuem a responsabilidade de proteger as células saudáveis do nosso corpo. Isso porque elas podem sofrer ataques com frequência, causando problemas leves, mas também doenças graves.

Para entender melhor como isso acontece, vamos conhecer um pouco mais sobre os radicais livres.

O que são radicais livres?

Os radicais livres (também chamados de agentes oxidantes) são moléculas que não possuem um número par de elétrons na sua última camada eletrônica. O assunto pode parecer algo complicado, mas, de forma simples, eles apresentam instabilidade e, assim, buscam nas células vizinhas este equilíbrio de elétrons, ou seja, oxidam as células sadias.

Essa ação acontece naturalmente no nosso organismo e pode ser facilmente neutralizada. Alguns estudos indicam que os oxidantes têm papel fundamental na transformação de células de gordura em músculos.

Porém, o seu excesso é prejudicial. A intensidade pode causar o envelhecimento precoce da pele, com rugas e flacidez, e levar ao desenvolvimento de diabetes, obesidade, hipertensão, doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer, e alguns tipos de câncer.

Hábitos ruins, como uma dieta irregular, o consumo exagerado de álcool e tabaco, além de fatores externos, como a poluição e a radiação ultravioleta, contribuem para o aumento da produção dos radicais livres.

Por isso, é tão importante a presença das substâncias capazes de impedir essa ação negativa. Vitaminas e outros nutrientes antioxidantes são encontrados em alimentos que auxiliam na defesa. Abaixo, você conhece algumas dessas fontes.

Alimentos antioxidantes

1. Óleos vegetais

Os óleos vegetais são gorduras extraídas de plantas que concentram a vitamina E, importante agente antioxidante na proteção dos danos causados à pele. Além disso, este nutriente, que é um conjunto de tocoferois, possui ação hidratante.

2. Frutas vermelhas e cítricas

Melancia, uva, cereja, morango, amora, ameixa e outras frutas com tons avermelhados são grandes fontes de flavonoides, um conjunto de substâncias que contribuem para evitar a formação dos radicais livres. Frutas cítricas, como laranja e limão, são ricas em vitamina C (ácido ascórbico) que, por sua vez, promove o rejuvenescimento da pele e auxilia no tratamento de manchas causadas pelos raios solares.

3. Cenoura

A cenoura é uma raiz rica em vitamina A (retinol), grande aliada da pele, pois ajuda na redução de linhas de expressão e proporciona a renovação celular.

4. Açafrão

A especiaria originária da Ásia é rica em curcumina, um pigmento que possui ação anti-inflamatória e anti-idade.

5. Aveia

A aveia é um cereal fonte de silício, que ajuda na estruturação da pele e no fortalecimento das unhas e do cabelo.

Foto: Jannis Brandt/Unsplash

Além dos alimentos citados aqui, podemos encontrar antioxidantes em diversos outros produtos, como dermocosméticos, e suplementos alimentares, como o Imeoxy-E, que possui alto teor de vitamina E, que auxilia na proteção dos danos causados pelos radicais livres.

Lembre-se: em caso de dúvidas ou restrições ao consumo destes nutrientes, consulte um especialista para a melhor indicação à sua saúde!

Gostou deste texto? Compartilhe em suas redes sociais!

+ Saiba mais
Compartilhe:

23/11/2020

Teste de porosidade: saiba como fazer e entenda o significado dos resultados

Talvez você já tenha feito algum tratamento capilar que prometia resultados incríveis, mas não funcionou de jeito nenhum. Isso acontece porque os cabelos podem reagir de formas diferentes mesmo com produtos iguais. Entender o que os seus fios precisam é fundamental para acertar no procedimento correto.
Por isso, é tão importante você saber como funciona o teste de porosidade. E é o que vamos falar neste texto!

O que é porosidade capilar?

A porosidade capilar é o que determina a quantidade de água e nutrientes que os fios conseguem absorver. Ela pode ser classificada em baixa, média ou alta. Seja qual for o nível, existe um cuidado específico.
E para descobrir a porosidade do seu cabelo, um teste muito simples pode ajudar!

Teste de porosidade

Você vai precisar de apenas um copo transparente com água e um fio do seu cabelo! É importante que ele não esteja úmido.
Coloque-o no copo e espere entre cinco a sete minutos para ter o resultado.

Boiou? Baixa porosidade.
Ficou no meio? Média porosidade.
Afundou? Alta porosidade.

Agora que você já sabe o nível de porosidade do seu cabelo, fica mais fácil de entender a necessidade dele. A seguir, você confere o que precisa fazer em cada situação.

Cabelo com porosidade baixa

Talvez você esteja pensando que o nível de porosidade baixa seja o melhor. Infelizmente, é ao contrário.
Cabelos menos porosos indicam que as cutículas dos fios estão completamente fechadas, dificultando a absorção de água, produtos ou qualquer tipo de tratamento, o que resulta em menos brilho e pouca resistência.
Neste caso, o melhor é investir em hidratação. A água morna também é ótima para abrir as escamas e garantir a penetração de produtos com aloe vera, pantenol, glicerina e óleo de coco.

Cabelo com porosidade média

Quando os fios estão com porosidade média significa que as cutículas estão mais abertas e os nutrientes conseguem ser absorvidos facilmente, mas elas precisam de reposição de lipídios, ou seja, as gorduras e a oleosidade natural dos fios.
Para isso, é importante realizar a nutrição. Produtos ricos em ceramidas, óleo de argan e manteigas de cacau e de karité são essenciais para este tratamento.
Outro procedimento indicado é a umectação que consiste no uso de óleos vegetais (de coco, de rícino, de eucalipto, azeite de oliva). Ele pode ser feito em qualquer tipo de cabelo, mas é ainda mais comum em quem está passando pela transição capilar, pois confere o fortalecimento e crescimento saudável.

Cabelo com porosidade alta

Alta porosidade no cabelo significa que ele está com as cutículas capilares muito abertas e danificadas. Na aparência, tem um aspecto ressecado, quebradiço e sem elasticidade. Por isso, precisa de reconstrução para repor a massa dos fios.
Os produtos indicados para o tratamento são aqueles com queratina, colágeno e creatina que ajudam na recuperação da fibra capilar.

Com essas informações, é possível montar também o seu cronograma capilar, uma rotina de cuidados específicos para ter fios mais saudáveis e fortes.
Não deixe para depois! Faça o teste de porosidade e descubra o seu resultado!
Aproveite para compartilhar este texto com uma amiga ou amigo e comecem os cuidados juntos!

+ Saiba mais
Compartilhe:

28/08/2020

Vaidade masculina: os homens estão preocupados com beleza própria

Um bom perfume, roupas que combinam, produtos para pele e cabelo, unhas e fios muito bem cuidados… se você acredita que essas são apenas preocupações femininas, este texto é para você!

Sentir-se bem consigo mesmo(a) e com sua aparência não são sinônimos de beleza exclusiva da mulher, mas de bem-estar e autoestima, palavras e condições fundamentais para qualquer pessoa!

Uma pesquisa realizada no Brasil pela Minds&Hearts, em 2016, afirma que 45% dos entrevistados, sendo eles 414 homens de 16 até 59 anos, procuram por informações sobre moda.

Segundo o levantamento, 31% estão mais preocupados com os cuidados do rosto, 29% do corpo, 27% da saúde bucal e 11% do cabelo. Em relação aos cosméticos, eles procuram por desodorante spray (69%), hidratante corporal (39%) e sabonete antisséptico (38%).

Em 2018, o “Dossiê Brandlab: A Nova Masculinidade e os Homens Brasileiros”, estudo realizado pela Google BrandLab, mostrou que as visualizações em assuntos relacionados à beleza cresceram 44%, se comparadas ao ano anterior.

Com as informações acima, podemos entender a necessidade das marcas atenderem a todos. Por isso, é importante destacar produtos que compreendem os mais variados públicos.

Um deles é o Reposit! O suplemento é específico para cabelos e unhas, sendo ideal tanto para mulheres quanto para homens que querem fios mais fortes e sedosos, além de unhas saudáveis.

A fórmula avançada do produto supre a necessidade diária de biotina, vitaminas A e E, e os minerais cobre e selênio. Com uma cápsula por dia, os resultados podem ser verificados a partir de 15 dias de uso. Você ficou com dúvidas sobre a eficácia do Reposit? Leia esse outro texto do nosso blog e conheça quem já experimentou.

Quer valorizar ainda mais sua beleza, garantindo seu bem-estar e elevando sua autoestima? Adquira o Reposit, clicando aqui, e comprove todos os benefícios!

+ Saiba mais
Compartilhe:

14/08/2020

Nanotecnologia: o que é e como funciona nos cosméticos?

Você já ouviu falar sobre a nanotecnologia? Essa palavra é o nome da ciência que utiliza partículas muito pequenas em produtos dos mais variados setores (químico, farmacêutico, alimentício, ambiental, transporte, entre outros).

Uma nanopartícula é aproximadamente mil vezes menor que o diâmetro de um fio de cabelo. Dessa forma, ela chega a ser invisível aos nossos olhos!

comparação do tamanho de uma nanopartícula com o diâmetro de um fio de cabelo
Fonte: Household Innovation

Mesmo tão pequenas, um estudo sobre as nanopartículas, publicado na Tropical Journal of Pharmaceutical Research, afirma que elas podem ser preparadas através de vários materiais (proteínas, polissacarídeos e polímeros sintéticos), mas que isso depende de alguns fatores, como:

  • tamanho das nanopartículas necessárias;
  • propriedades essenciais do medicamento;
  • características da superfície;
  • grau de biodegradabilidade, biocompatibilidade e toxicidade;
  • perfil da liberação do medicamento;
  • capacidade de formar um anticorpo através do produto.

Nanotecnologia nos cosméticos

Como explicamos, a nanotecnologia é utilizada em diferentes áreas, inclusive nos cosméticos. Produtos para o cabelo, unhas, pele e maquiagem se beneficiam da presença dessa inovação para potencializar e garantir melhores resultados aos consumidores.

“Mas como isso é possível?”

Em um produto comum, sem nanotecnologia, os ativos entram em contato com a pele e permanecem na camada superficial.

Com a nanotecnologia, as moléculas dos compostos são encapsuladas, fazendo com que os nutrientes atravessem as camadas mais profundas, possibilitando maior absorção do produto, ação efetiva e prolongada.

Gráfico compara a ação de um cosmético convencional a um cosmético com nanotecnologia (nanocosméticos) nas camadas da pele
Fonte: Revista Versar

Benefícios da nanotecnologia

Os benefícios da nanotecnologia nos cosméticos são:

  • Maior absorção: os nutrientes são absorvidos pela pele, avançando através das camadas e garantindo a eficácia e aproveitamento total do produto.
  • Segurança: substâncias, como óleos e vitaminas, possuem característica oxidativa ao entrar em contato com o ar ou outros elementos. A partir do encapsulamento, os ativos ficam protegidos e conservados.

Dicas de produtos com nanotecnologia

Preocupada com a saúde e bem-estar de todos, além de proporcionar maior qualidade de vida através de seus produtos, os dermocosméticos da Kress contam com nanotecnologia para garantir essas melhores condições e muitos mais.

Hidralip

O Hidralip é um regenerador labial que reúne os benefícios do resveratrol, vitamina A e óleo de romã, para reparar lábios ressecados e rachados. Através destes ativos, que são nanoencapsulados, sua ação proporciona intensa hidratação, nutrição e maciez para além das camadas superficiais da pele.

https://www.instagram.com/p/CCqqsIEJkpF/?utm_source=ig_web_copy_link

Nano Alive

O Nano Alive utiliza os óleos de romã, de bétula doce e vetiver, além do trans-resveratrol, todos em nanocápsulas, garantindo a eficácia e duração do alívio da sensação de queimação e ressecamento da pele, após a exposição solar.

Reposit Nails

O Reposit Nails une os óleos essenciais de capim-limão, melaleuca e cravo, encapsulados em nanopartículas, promovendo a ação dos ativos de forma efetiva, rápida e segura nas unhas. Assim, o produto repara e fortalece unhas e cutículas frágeis, danificadas, quebradiças, esbranquiçadas e com descamação.

O vídeo abaixo apresenta uma explicação sobre a nanotecnologia nos produtos da Kress. Confira!

Agora que você já sabe como funciona a nanotecnologia nos cosméticos, aproveite para conhecer melhor os produtos mencionados e outros no site da Kress.

+ Saiba mais
Compartilhe: