24/09/2020

Metabolismo: entenda a influência na perda e no ganho de peso

Para ter uma vida saudável, é necessário conhecermos nosso próprio corpo. Cada indivíduo possui características e condições diferentes que influenciam no funcionamento do organismo.

O metabolismo é a junção de processos químicos e físicos que trabalham para completar as energias e estruturas necessárias a todos nós. Alguns resultados dessas reações podem ser o ganho de energia, a produção de proteínas, ácidos nucleicos, polissacarídeos, entre outros.

Algo bastante comum é ouvirmos as pessoas falarem em metabolismo acelerado e lento.

O primeiro faz com que as calorias sejam queimadas de forma mais rápida, dificultando o ganho de peso, já que a concentração de gordura é menor. Já o metabolismo lento proporciona o acúmulo da energia produzida, porque é menos utilizada, facilitando, assim, o ganho de peso.

“Mas o que influencia a produção dessa energia?”

É o que veremos a seguir, com a Taxa Metabólica Basal (TMB).

Taxa Metabólica Basal

A Taxa Metabólica Basal é a energia necessária para que o organismo consiga realizar suas atividades básicas. Essa é a condição que indica a velocidade do metabolismo e como está relacionado ao ganho ou perda de massa.

São considerados o peso, altura, idade e sexo da pessoa, além de suas atividades realizadas diariamente. A partir de um cálculo, o resultado apresentado mostra o ritmo de gasto calórico, sendo possível compreender o número de calorias recomendadas, tanto para manter, perder ou ganhar peso.

Para descobrir essas informações, o ideal é procurar as orientações de nutricionistas e endocrinologistas. Estes profissionais poderão apontar os melhores procedimentos e garantir sua saúde e bem-estar.

Enquanto isso, lembre-se de manter uma alimentação saudável, fazendo uma boa hidratação diária e praticando exercícios físicos regularmente. Seu corpo agradece!

Gostou deste texto? Compartilhe em suas redes sociais!

+ Saiba mais
Compartilhe:

28/08/2020

Vaidade masculina: os homens estão preocupados com beleza própria

Um bom perfume, roupas que combinam, produtos para pele e cabelo, unhas e fios muito bem cuidados… se você acredita que essas são apenas preocupações femininas, este texto é para você!

Sentir-se bem consigo mesmo(a) e com sua aparência não são sinônimos de beleza exclusiva da mulher, mas de bem-estar e autoestima, palavras e condições fundamentais para qualquer pessoa!

Uma pesquisa realizada no Brasil pela Minds&Hearts, em 2016, afirma que 45% dos entrevistados, sendo eles 414 homens de 16 até 59 anos, procuram por informações sobre moda.

Segundo o levantamento, 31% estão mais preocupados com os cuidados do rosto, 29% do corpo, 27% da saúde bucal e 11% do cabelo. Em relação aos cosméticos, eles procuram por desodorante spray (69%), hidratante corporal (39%) e sabonete antisséptico (38%).

Em 2018, o “Dossiê Brandlab: A Nova Masculinidade e os Homens Brasileiros”, estudo realizado pela Google BrandLab, mostrou que as visualizações em assuntos relacionados à beleza cresceram 44%, se comparadas ao ano anterior.

Com as informações acima, podemos entender a necessidade das marcas atenderem a todos. Por isso, é importante destacar produtos que compreendem os mais variados públicos.

Um deles é o Reposit! O suplemento é específico para cabelos e unhas, sendo ideal tanto para mulheres quanto para homens que querem fios mais fortes e sedosos, além de unhas saudáveis.

A fórmula avançada do produto supre a necessidade diária de biotina, vitaminas A e E, e os minerais cobre e selênio. Com uma cápsula por dia, os resultados podem ser verificados a partir de 15 dias de uso. Você ficou com dúvidas sobre a eficácia do Reposit? Leia esse outro texto do nosso blog e conheça quem já experimentou.

Quer valorizar ainda mais sua beleza, garantindo seu bem-estar e elevando sua autoestima? Adquira o Reposit, clicando aqui, e comprove todos os benefícios!

+ Saiba mais
Compartilhe:

22/04/2020

Quais são as vitaminas do Complexo B e onde encontrá-las?

O complexo B é formado por oito vitaminas: B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), B5 (ácido pantotênico), B6 (piridoxina), B7 (biotina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina). Elas têm funções importantes para o nosso organismo, gerando energia, favorecendo o sistema imunológico, a pele e a absorção de outros elementos. Para quem pratica exercícios físicos regularmente, esses nutrientes contribuem diretamente para os músculos. A falta deles pode prejudicar o desempenho do corpo durante a execução das atividades.

A boa notícia é que as vitaminas do complexo B podem ser encontradas em diversos alimentos. Abaixo você confere como age cada uma e onde encontrá-las.

B1 (tiamina)

Tem a capacidade de proteger o sistema imunológico e auxilia na produção de novas células. Sua carência pode causar fraqueza muscular, falta de energia, diminuição da memória e depressão.

Encontrada em: cereais integrais, amendoim, grão de bico, carne, leite, ovos, feijões, espinafre e couve.

B2 (riboflavina)

Possui ação antioxidante, ajuda a prevenir o envelhecimento precoce e doenças cardíacas. Além disso, é importante para a produção de glóbulos vermelhos. Embora seja raro, algumas pessoas podem apresentar a falta dessa vitamina, resultando em tontura, dermatite seborreica, inflamação nos lábios e língua e coceira nos olhos.

Encontrada em: Amêndoas, amendoim, castanha, nozes, ervilhas, soja, leite, iogurte, ovos, fígado, couve-de-bruxelas, espinafre e abacate.

B3 (niacina)

Aumenta o colesterol bom (HDL). Sua falta pode causar insônia, cansaço, irritabilidade, manchas na pele e depressão.

Encontrada em: levedo de cerveja, cogumelos, fígado, peixes, leite, ovos, amendoim, castanha-do-pará, frutas secas, tomate e cenoura.

B5 (ácido pantotênico)

Responsável por quebrar gorduras e carboidratos, produzir hormônios sexuais e reduzir o estresse. Fadiga, formigamento nas mãos e pés, dores musculares, irritabilidade, depressão, distúrbios de sono, retardo de crescimento, queda de cabelo, envelhecimento precoce, artrite, alergias e estresse podem ser sinais de carência do ácido pantotênico.

Encontrada em: abacate, iogurte, ovos, leite, leguminosas, como ervilha e feijão, cogumelos e gérmen de trigo.

B6 (piridoxina)

Ajuda na produção da serotonina, melatonina e norepinefrina, regulando os níveis de humor e sono. Nas gestantes, auxilia na formação do sistema nervoso do bebê. A deficiência do nutriente pode causar anemia, dermatite, lesões nervosas, confusão mental em adultos, dormência e formigamento nas mãos e pés.

Encontrada em: frango, peru, atum, salmão, lentilha, nozes, amendoim, avelã, semente de girassol, gérmen de trigo, levedo de cerveja, queijo, arroz, cenouras, couve-flor, banana, melão e uvas-passas.

B7 (biotina)

É essencial para a saúde da pele, unhas e cabelos. Pode ajudar também no controle dos níveis de glicose. Sua ausência pode causar o enfraquecimento das unhas e cabelos, pele seca, vermelhidão ao redor da boca e nariz.

Encontrada em: amendoim, amêndoa, nozes, batatas, gema do ovo, cebola, cenoura, alface, couve-flor, fígado, carne de porco, frango, peixes, leite, frutas e sementes.

B9 (ácido fólico)

Ajuda no controle da depressão e a evitar a perda de memória. Além disso, auxilia na manutenção dos sistemas imunológico, circulatório e nervoso, e reduz o risco de infarto, câncer de mama e de cólon e aterosclerose.

Encontrada em: folhas verdes escuras, aspargos, beterraba, salmão, vegetais de raiz, leite, feijão, fígado, ervilha, lentilha, frutas cítricas e ovos.

B12 (cobalamina)

Importante para a formação das células vermelhas no sangue. Caso haja a carência da cobalamina, o formigamento nas pernas, queimação na sola dos pés, dificuldade para andar e incontinência urinária são sintomas.

Encontrada em: peixes, como salmão, truta e atum, mariscos, produtos lácteos, ovos, carne bovina e suína.

Agora que você conhece todas as vitaminas do complexo B, já sabe dizer quais delas estão faltando na sua dieta? Algumas pessoas podem ter dificuldades em absorver os nutrientes. Nesse caso, um bom suplemento alimentar pode ser um ótimo aliado. Procure um especialista e informe-se.

Esse texto foi útil para você? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas tenham essa informação!

+ Saiba mais
Compartilhe:
exercicioemcasa

17/04/2020

Aproveite o seu tempo e movimente-se: 5 exercícios para praticar em casa!

Você já pensou na quantidade de benefícios que temos ao fazer exercícios em casa? Além de econômico, você possui mais conforto, flexibilidade de horário e não terá aquela desculpa de estar chovendo ou frio demais. Então, coloca um tênis, separa a garrafinha de água e treine com os exercícios que separamos para você. 

  1. Polichinelos 

Esse é um ótimo exercício para aquecer. Ele trabalha seus abdominais, braços, costas, ombros, glúteos e pernas e auxilia na saúde cardiovascular. 

  1. Escadas 

Você tem escadas na sua casa? Então, coloque um tênis com um bom amortecimento e aproveite para subir e descê-las. Essa atividade ajuda no emagrecimento, pois queima calorias, e ainda fortalece coxas e bumbum. 

  1. Prancha 

Apoie os cotovelos e o antebraço no chão, na mesma linha dos ombros.  A ponta dos pés deve estar no chão. Eleve os seus quadris e contraia o abdômen. Viu? Não é tão difícil, mas talvez você não consiga ficar nessa posição por muito tempo. Fique pelo período que aguentar. Esse exercício trabalha a região da barriga, fortalece braços e costas. 

  1. Flexão 

A posição inicial para fazer flexões é parecida com a prancha. Contudo, você vai precisar colocar força nos braços para baixar e elevar seu corpo. Existem diversas variações para realizar essa atividade. Os iniciantes podem usar os joelhos como apoio. Pratique e você verá resultados nos braços, ombros, peitoral e abdômen. 

  1. Dança 

Coloque sua música favorita e dance. Você também pode encontrar vários vídeos na internet para ajudar nos passos. Os movimentos podem melhorar a flexibilidade, além de queimar gorduras e aumentar a autoestima. 

Existem vários exercícios que contribuem com todo o seu corpo. Aqui selecionamos aqueles que consideramos mais fáceis e que você não precisa se preocupar com equipamentos. Lembre-se de manter seus exames em dia, ter uma alimentação saudável e hidratar-se sempre. Em caso de dúvidas, procure um médico.  

Gostou dos exercícios? Compartilhe esse texto com quem mora com você e pratiquem juntos! 

+ Saiba mais
Compartilhe:

24/02/2017

Treinamento funcional com resultado de academia

O treinamento funcional é um conjunto de exercícios que dispensa o uso de aparelhos. Os exercícios são realizados utilizando apenas o peso corporal, favorecendo a força física, a flexibilidade, a coordenação motora, agilidade, equilíbrio, a capacidade respiratória facilmente e podem ser executados na sua sala de estar.

Com poucos minutos por dia, um treino funcional é capaz de trabalhar o seu corpo de forma tão intensa quanto 60 minutos de exercícios em uma academia.

A prática do treinamento funcional tem como princípio fazer com que você execute um treino globalizado que trabalhe e movimento o corpo inteiro com a mesma intensidade física. Já com a musculação, esse trabalho muscular é feito isoladamente.

+ Saiba mais
Compartilhe:

01/11/2016

Treino de abdômen

A personal Fernanda Cidral Duarte nos passa um treino com cinco exercícios para você fazer em casa e cuidar do seu abdômen. Não se esqueça de alongar!

 

+ Saiba mais
Compartilhe: