26/03/2021

Estresse: como ele afeta a pele, unhas e cabelo?

O estresse pode ser desenvolvido a partir do acontecimento de uma grande mudança, seja positiva ou negativa, atitudes e fatores externos repetitivos que afetam o dia a dia.

A pandemia da Covid-19 é um exemplo. Com a necessidade de fazer o isolamento social, diversas incertezas sobre o futuro e o medo constante, é mais fácil passar por um quadro de estresse, capaz de causar efeitos negativos para o organismo.

Além das dificuldades para dormir, alterações no humor e a falta de apetite, podem ocorrer danos na pele, no cabelo e nas unhas. A seguir, citamos alguns desses problemas e o que pode ser feito para prevenir o estresse.

  1. Pele

Possíveis consequências: envelhecimento precoce, maior ressecamento, aumento do surgimento da acne e oleosidade, piora da psoríase.

  1. Cabelo

Possíveis consequências: queda e quebra dos fios, branqueamento precoce, falta de brilho.

  1. Unhas

Possíveis consequências: enfraquecimento e quebra das unhas, aparecimento de marcas e manchas esbranquiçadas nas superfícies.

Como prevenir o estresse?

Em entrevista ao site Drauzio Varella, a médica psiquiatra Alexandrina Meleiro indica boas horas de sono e de lazer, além da prática de atividades físicas e hobbies para se distrair e descansar.

Meleiro afirma que é importante identificar a causa do estresse e procurar formas de fugir dela. “Acima de tudo, a pessoa não deve automedicar-se. Incluo nisso o álcool que anestesia, os tranquilizantes e os analgésicos. Se a pessoa não conseguir controlar os níveis de estresse sozinha, deve procurar ajuda profissional”, recomenda.

Confira a entrevista completa aqui.


Gostou deste texto? Aproveite para compartilhar nas redes sociais!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe: