desmame

19/10/2016

O temido processo de desmame: como saber o momento certo?

 

O leite materno protege e diminui o risco da criança desenvolver doenças crônicas e recomenda-se que seja feita até os dois anos de idade ou mais. Mas é comum que com a ingestão de novos alimentos, a criança perca o interesse pela mama. O desmame é um processo natural definido pela mãe e pelo bebê. Quando acontece naturalmente, a criança começa a recusar o leite materno, em média entre os dois e quatro anos de idade.

 

Como saber o momento certo?

 

Ter paciência e tranquilidade durante o processo é fundamental. De acordo com o Ministério da Saúde, o leite materno deve ser o alimento exclusivo do bebê até os 6 meses e como complemento da dieta até os 2 anos de idade. Esse momento vai depender da mãe, da criança e também do estilo de vida da família.

 

É interessante que haja um acompanhamento de um pediatra ao introduzir gradualmente novos alimentos na dieta da criança. São tantas novidades, cores, sabores novos, e ainda a possibilidade de descobrir o mundo engatinhando e andando, que ele logo perderá o interesse pelo peito.

 

Processo de desmame

 

Uma boa dica é não oferecer o peito no horário do almoço, substituindo o leite pela papinha. Quando o bebê se habituar, faça o mesmo em outros horários. Ofereça o leite materno no começo para ele estranhar menos.

 

Essa mudança vai fazer com que o estímulo da produção do leite diminua. As alternativas a ele são as fórmulas especiais em pó, que são semelhantes ao leite materno, enriquecidas com vitaminas e de fácil digestão. O pediatra pode indicar qual a melhor marca. É importante lembrar de que um bebê com menos de 1 ano de idade não pode ser alimentado com o leite de vaca, que é mais difícil de digerir e com grande risco de causar alergias.

 

Dicas para facilitar

 

  • Inicie o desmame com sucos, que podem ser dados de manhã ou entre as mamadas;
  • Após dez dias, comece com as papinhas de frutas. Assim como o suco, a papinha pode ser oferecida como um lanche, no intervalo entre as mamadas;
  • Depois de um mês tomando suco e comendo frutas amassadas ou raspadas, é hora da papinha salgada, que pode substituir uma das mamadas;
  • Ao final de dois meses após o início do desmame, já é possível introduzir a segunda refeição salgada;
  • A papinha de fruta continua como opção de lanche da manhã ou da tarde;
  • Apresente os alimentos gradualmente, iniciando um item diferente a cada três dias. O volume da porção depende da aceitação do bebê. Em geral, três a quatro colheres de sopa por refeição são suficientes.

Deixe uma resposta

Compartilhe: