19/01/2021

Antioxidantes: o que são e em quais alimentos são encontrados?

Os antioxidantes são importantes substâncias que possuem a responsabilidade de proteger as células saudáveis do nosso corpo. Isso porque elas podem sofrer ataques com frequência, causando problemas leves, mas também doenças graves.

Para entender melhor como isso acontece, vamos conhecer um pouco mais sobre os radicais livres.

O que são radicais livres?

Os radicais livres (também chamados de agentes oxidantes) são moléculas que não possuem um número par de elétrons na sua última camada eletrônica. O assunto pode parecer algo complicado, mas, de forma simples, eles apresentam instabilidade e, assim, buscam nas células vizinhas este equilíbrio de elétrons, ou seja, oxidam as células sadias.

Essa ação acontece naturalmente no nosso organismo e pode ser facilmente neutralizada. Alguns estudos indicam que os oxidantes têm papel fundamental na transformação de células de gordura em músculos.

Porém, o seu excesso é prejudicial. A intensidade pode causar o envelhecimento precoce da pele, com rugas e flacidez, e levar ao desenvolvimento de diabetes, obesidade, hipertensão, doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer, e alguns tipos de câncer.

Hábitos ruins, como uma dieta irregular, o consumo exagerado de álcool e tabaco, além de fatores externos, como a poluição e a radiação ultravioleta, contribuem para o aumento da produção dos radicais livres.

Por isso, é tão importante a presença das substâncias capazes de impedir essa ação negativa. Vitaminas e outros nutrientes antioxidantes são encontrados em alimentos que auxiliam na defesa. Abaixo, você conhece algumas dessas fontes.

Alimentos antioxidantes

1. Óleos vegetais

Os óleos vegetais são gorduras extraídas de plantas que concentram a vitamina E, importante agente antioxidante na proteção dos danos causados à pele. Além disso, este nutriente, que é um conjunto de tocoferois, possui ação hidratante.

2. Frutas vermelhas e cítricas

Melancia, uva, cereja, morango, amora, ameixa e outras frutas com tons avermelhados são grandes fontes de flavonoides, um conjunto de substâncias que contribuem para evitar a formação dos radicais livres. Frutas cítricas, como laranja e limão, são ricas em vitamina C (ácido ascórbico) que, por sua vez, promove o rejuvenescimento da pele e auxilia no tratamento de manchas causadas pelos raios solares.

3. Cenoura

A cenoura é uma raiz rica em vitamina A (retinol), grande aliada da pele, pois ajuda na redução de linhas de expressão e proporciona a renovação celular.

4. Açafrão

A especiaria originária da Ásia é rica em curcumina, um pigmento que possui ação anti-inflamatória e anti-idade.

5. Aveia

A aveia é um cereal fonte de silício, que ajuda na estruturação da pele e no fortalecimento das unhas e do cabelo.

Foto: Jannis Brandt/Unsplash

Além dos alimentos citados aqui, podemos encontrar antioxidantes em diversos outros produtos, como dermocosméticos, e suplementos alimentares, como o Imeoxy-E, que possui alto teor de vitamina E, que auxilia na proteção dos danos causados pelos radicais livres.

Lembre-se: em caso de dúvidas ou restrições ao consumo destes nutrientes, consulte um especialista para a melhor indicação à sua saúde!

Gostou deste texto? Compartilhe em suas redes sociais!

+ Saiba mais
Compartilhe:

25/11/2020

Pacran: o que é e quais os benefícios do extrato de cranberry?

Ardência ao urinar, necessidade constante de fazer xixi, urina avermelhada e dores são sintomas de infecção urinária. Segundo o Ministério da Saúde, as mulheres estão mais sujeitas a este problema do que os homens, sendo que 30% delas terão infecção urinária leve ou grave em algum momento da vida.  

A doença é bastante comum, mas pode ser evitada com algumas atitudes simples, como beber bastante água e, sempre que sentir vontade, ir ao banheiro para urinar. 

Para o tratamento, o uso de antibióticos é o procedimento mais popular. Porém, o Pacran, substância extraída do cranberry (pequena fruta nativa da América do Norte), vem se tornando conhecido devido seus benefícios em relação às infecções do trato urinário (ITU). 

Mas o que é o Pacran? 

O Pacran é um extrato da fruta cranberry (também chamada de arando, airela ou oxicoco), rico em vitamina C e que possui uma alta concentração das proantocianidinas, que são potentes antioxidantes

Com a ação destes compostos, as bactérias não conseguem se fixar às paredes do trato urinário (uretra, bexiga, ureteres e rins), evitando o aparecimento de doenças, como cistite, uretrite e nefrite, e promovendo saúde e bem-estar. 

A substância também é uma forte aliada ao sistema imunológico, já que a pequena fruta vermelha apresenta as vitaminas A e C. 

Como consumir? 

O Pacran é encontrado em suplementos, como o Cranberola Caps, um lançamento da Kress Farmacêutica, indicado principalmente para as mulheres que sofrem com as infecções do trato urinário. Além disso, este suplemento alimentar não contém glúten, lactose ou açúcar. 

Já o cranberry, por ser uma fruta cultivada nos Estados Unidos e Canadá, não é facilmente encontrado no Brasil, mas pode ser adquirido em polpa para a realização de sucos. 

Mesmo com seus benefícios, tanto a fruta quanto seu próprio extrato devem ser ingeridos de maneira moderada e, preferencialmente, sob a orientação médica. Isso porque, em excesso, eles podem causar riscos à saúde. 

Agora que você já sabe um pouco mais do Pacran e do cranberry, aproveite para compartilhar este texto em suas redes sociais! 

+ Saiba mais
Compartilhe:

23/11/2020

Teste de porosidade: saiba como fazer e entenda o significado dos resultados

Talvez você já tenha feito algum tratamento capilar que prometia resultados incríveis, mas não funcionou de jeito nenhum. Isso acontece porque os cabelos podem reagir de formas diferentes mesmo com produtos iguais. Entender o que os seus fios precisam é fundamental para acertar no procedimento correto.
Por isso, é tão importante você saber como funciona o teste de porosidade. E é o que vamos falar neste texto!

O que é porosidade capilar?

A porosidade capilar é o que determina a quantidade de água e nutrientes que os fios conseguem absorver. Ela pode ser classificada em baixa, média ou alta. Seja qual for o nível, existe um cuidado específico.
E para descobrir a porosidade do seu cabelo, um teste muito simples pode ajudar!

Teste de porosidade

Você vai precisar de apenas um copo transparente com água e um fio do seu cabelo! É importante que ele não esteja úmido.
Coloque-o no copo e espere entre cinco a sete minutos para ter o resultado.

Boiou? Baixa porosidade.
Ficou no meio? Média porosidade.
Afundou? Alta porosidade.

Agora que você já sabe o nível de porosidade do seu cabelo, fica mais fácil de entender a necessidade dele. A seguir, você confere o que precisa fazer em cada situação.

Cabelo com porosidade baixa

Talvez você esteja pensando que o nível de porosidade baixa seja o melhor. Infelizmente, é ao contrário.
Cabelos menos porosos indicam que as cutículas dos fios estão completamente fechadas, dificultando a absorção de água, produtos ou qualquer tipo de tratamento, o que resulta em menos brilho e pouca resistência.
Neste caso, o melhor é investir em hidratação. A água morna também é ótima para abrir as escamas e garantir a penetração de produtos com aloe vera, pantenol, glicerina e óleo de coco.

Cabelo com porosidade média

Quando os fios estão com porosidade média significa que as cutículas estão mais abertas e os nutrientes conseguem ser absorvidos facilmente, mas elas precisam de reposição de lipídios, ou seja, as gorduras e a oleosidade natural dos fios.
Para isso, é importante realizar a nutrição. Produtos ricos em ceramidas, óleo de argan e manteigas de cacau e de karité são essenciais para este tratamento.
Outro procedimento indicado é a umectação que consiste no uso de óleos vegetais (de coco, de rícino, de eucalipto, azeite de oliva). Ele pode ser feito em qualquer tipo de cabelo, mas é ainda mais comum em quem está passando pela transição capilar, pois confere o fortalecimento e crescimento saudável.

Cabelo com porosidade alta

Alta porosidade no cabelo significa que ele está com as cutículas capilares muito abertas e danificadas. Na aparência, tem um aspecto ressecado, quebradiço e sem elasticidade. Por isso, precisa de reconstrução para repor a massa dos fios.
Os produtos indicados para o tratamento são aqueles com queratina, colágeno e creatina que ajudam na recuperação da fibra capilar.

Com essas informações, é possível montar também o seu cronograma capilar, uma rotina de cuidados específicos para ter fios mais saudáveis e fortes.
Não deixe para depois! Faça o teste de porosidade e descubra o seu resultado!
Aproveite para compartilhar este texto com uma amiga ou amigo e comecem os cuidados juntos!

+ Saiba mais
Compartilhe: