14/05/2020

Entenda mais sobre os benefícios do colágeno e o complexo Bioixium

Provavelmente, você já ouviu falar do colágeno quando o assunto é tratamento de beleza. Essa importante proteína é fundamental para garantir a elasticidade e a firmeza da pele, unhas e cabelos, além de formar vários tecidos, como ossos, músculos, tendões e articulações. Sua carência pode causar desgaste nessas regiões e o aparecimento de estrias, rugas e outras linhas de expressão.  

Carnes vermelhas e brancas, geleia de mocotó, ovos, peixes, iogurte desnatado, frutas cítricas e vermelhas são boas fontes de colágeno. Mas o nosso corpo também é capaz de produzir essa proteína, dependendo da presença de algumas vitaminas. 

A vitamina C, além de fortalecer o sistema imunológico, é essencial para uma melhor captação do colágeno. As vitaminas A e E e os minerais zinco cobre também auxiliam nessa função, protegendo dos danos causados pelos radicais livres e contribuindo para uma melhor aparência da pele. 

A partir dos 25 anos, o organismo reduz a produção de colágeno. Por isso, a reposição dessa proteína é recomendada, principalmente, para evitar doenças como artrite, artrose e osteoporose. A suplementação pode ser encontrada como líquida, em cápsulas e em pó. 

Retixium® 

O Retixium® é um suplemento alimentar em pó indicado para pessoas que desejam investir em qualidade de vida e prevenir o envelhecimento da pele. Sua composição é formulada pelo “complexo Bioixium”, responsável por potencializar a ação do produto, unindo o colágeno com as vitaminas A, C e E e os minerais que visam contribuir com a saúde da pele, unhas e cabelo. 

Através da ingestão do Retixium®, as células da pele são estimuladas a produzirem mais colágeno, proporcionando a elasticidade e firmeza da pele, suavizando as linhas de expressão, como as rugas, e a aparência de “casca de laranja” causada pelas ondulações da celulite e estrias. 

Mais detalhes sobre o Retixium®, você encontra clicando aqui

Gostou desse texto? Compartilhe em suas redes sociais! 

+ Saiba mais
Compartilhe:

08/05/2020

Reposit® Nails: estudo comprova os benefícios do produto.

Se você nos acompanha nas redes sociais, já deve ter lido várias vezes sobre a eficácia do Reposit® Nails, certo? Mas se esse nome é novo para você, aproveite para clicar aqui e acompanhar as nossas publicações sobre esse e outros produtos.

O Reposit® Nails repara e fortalece as unhas e cutículas frágeis, danificadas, quebradiças, esbranquiçadas e com descamação. Seus resultados podem aparecer com uma semana de uso. Por ser uma rápida e segura ação, muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre sua eficiência.

Por isso, realizamos um estudo com voluntários(as) que aplicaram o Reposit® Nails regularmente e, após 7 dias, apresentaram mudanças em relação à aparência das unhas. Abaixo você pode conferir um exemplo desse processo.

Na imagem da esquerda, na qual o(a) voluntário(a) não havia iniciado o uso do produto, vemos que a superfície das unhas apresenta alguns pontos esbranquiçados, além do tom amarelado nas pontas. No sétimo dia de uso contínuo do Reposit® Nails temos como resultado a imagem da direita. Podemos notar que houve uma redução dos pontos esbranquiçados e o clareamento das pontas.

Verificamos também a melhora no aspecto das cutículas, que antes se apresentavam frágeis e recuperaram sua uniformidade com o passar dos dias.

Os rápidos resultados acontecem graças à presença das nanopartículas que facilitam a absorção dos nutrientes para as unhas. Os ativos nanoencapsulados são o capim-limão, a melaleuca (também conhecida como árvore do chá) e o cravo, responsáveis por possuírem ações antimicrobiana, antifúngica, anti-inflamatória e analgésica.

Agora que você já sabe que os resultados do Reposit® Nails são comprovados, o próximo passo é recuperar a força das suas unhas. Saiba mais clicando aqui.

Gostou desse texto? Compartilhe nas suas redes sociais!

+ Saiba mais
Compartilhe:

22/04/2020

Quais são as vitaminas do Complexo B e onde encontrá-las?

O complexo B é formado por oito vitaminas: B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), B5 (ácido pantotênico), B6 (piridoxina), B7 (biotina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina). Elas têm funções importantes para o nosso organismo, gerando energia, favorecendo o sistema imunológico, a pele e a absorção de outros elementos. Para quem pratica exercícios físicos regularmente, esses nutrientes contribuem diretamente para os músculos. A falta deles pode prejudicar o desempenho do corpo durante a execução das atividades.

A boa notícia é que as vitaminas do complexo B podem ser encontradas em diversos alimentos. Abaixo você confere como age cada uma e onde encontrá-las.

B1 (tiamina)

Tem a capacidade de proteger o sistema imunológico e auxilia na produção de novas células. Sua carência pode causar fraqueza muscular, falta de energia, diminuição da memória e depressão.

Encontrada em: cereais integrais, amendoim, grão de bico, carne, leite, ovos, feijões, espinafre e couve.

B2 (riboflavina)

Possui ação antioxidante, ajuda a prevenir o envelhecimento precoce e doenças cardíacas. Além disso, é importante para a produção de glóbulos vermelhos. Embora seja raro, algumas pessoas podem apresentar a falta dessa vitamina, resultando em tontura, dermatite seborreica, inflamação nos lábios e língua e coceira nos olhos.

Encontrada em: Amêndoas, amendoim, castanha, nozes, ervilhas, soja, leite, iogurte, ovos, fígado, couve-de-bruxelas, espinafre e abacate.

B3 (niacina)

Aumenta o colesterol bom (HDL). Sua falta pode causar insônia, cansaço, irritabilidade, manchas na pele e depressão.

Encontrada em: levedo de cerveja, cogumelos, fígado, peixes, leite, ovos, amendoim, castanha-do-pará, frutas secas, tomate e cenoura.

B5 (ácido pantotênico)

Responsável por quebrar gorduras e carboidratos, produzir hormônios sexuais e reduzir o estresse. Fadiga, formigamento nas mãos e pés, dores musculares, irritabilidade, depressão, distúrbios de sono, retardo de crescimento, queda de cabelo, envelhecimento precoce, artrite, alergias e estresse podem ser sinais de carência do ácido pantotênico.

Encontrada em: abacate, iogurte, ovos, leite, leguminosas, como ervilha e feijão, cogumelos e gérmen de trigo.

B6 (piridoxina)

Ajuda na produção da serotonina, melatonina e norepinefrina, regulando os níveis de humor e sono. Nas gestantes, auxilia na formação do sistema nervoso do bebê. A deficiência do nutriente pode causar anemia, dermatite, lesões nervosas, confusão mental em adultos, dormência e formigamento nas mãos e pés.

Encontrada em: frango, peru, atum, salmão, lentilha, nozes, amendoim, avelã, semente de girassol, gérmen de trigo, levedo de cerveja, queijo, arroz, cenouras, couve-flor, banana, melão e uvas-passas.

B7 (biotina)

É essencial para a saúde da pele, unhas e cabelos. Pode ajudar também no controle dos níveis de glicose. Sua ausência pode causar o enfraquecimento das unhas e cabelos, pele seca, vermelhidão ao redor da boca e nariz.

Encontrada em: amendoim, amêndoa, nozes, batatas, gema do ovo, cebola, cenoura, alface, couve-flor, fígado, carne de porco, frango, peixes, leite, frutas e sementes.

B9 (ácido fólico)

Ajuda no controle da depressão e a evitar a perda de memória. Além disso, auxilia na manutenção dos sistemas imunológico, circulatório e nervoso, e reduz o risco de infarto, câncer de mama e de cólon e aterosclerose.

Encontrada em: folhas verdes escuras, aspargos, beterraba, salmão, vegetais de raiz, leite, feijão, fígado, ervilha, lentilha, frutas cítricas e ovos.

B12 (cobalamina)

Importante para a formação das células vermelhas no sangue. Caso haja a carência da cobalamina, o formigamento nas pernas, queimação na sola dos pés, dificuldade para andar e incontinência urinária são sintomas.

Encontrada em: peixes, como salmão, truta e atum, mariscos, produtos lácteos, ovos, carne bovina e suína.

Agora que você conhece todas as vitaminas do complexo B, já sabe dizer quais delas estão faltando na sua dieta? Algumas pessoas podem ter dificuldades em absorver os nutrientes. Nesse caso, um bom suplemento alimentar pode ser um ótimo aliado. Procure um especialista e informe-se.

Esse texto foi útil para você? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas tenham essa informação!

+ Saiba mais
Compartilhe: