anticoncepcional-masculino

08/12/2016

Por que pararam os testes de anticoncepcionais masculinos

Há muito tempo já se fala em termos uma versão de anticoncepcionais para homens, pois, afinal, por que apenas as mulheres devem ficar responsáveis por essa parte? Pesquisas e testes para verificar a viabilidade e consequências de contraceptivos injetáveis até começaram, mas foram pausados. Segundo os testes, apesar da eficácia ser de 96% compatível com os femininos, os efeitos colaterais foram considerados muito intensos, segundo um artigo publicado no periódico científico Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.

A pesquisa patrocinada pela Organização das Nações Unidas (ONU) teve entre os efeitos o diagnóstico de alteração intensa na libido, tendência a depressão, dores excessivas no local aplicado, acne e alteração no humor. Oito dos 266 homens que finalizaram o estudo tiveram complicações para retomar a produção normal de espermatozóides em até 52 semanas após interromper o uso, sendo que apenas quatro engravidaram suas parceiras.

Mas, por que a pílula anticoncepcional feminina ainda está no mercado se possui efeitos colaterais similares? Dentre eles, está a trombose cerebral que mata mulheres a todo o momento. A pílula anticoncepcional para mulheres foi aprovada no início dos anos 60 nos Estados Unidos, ou seja, há 56 anos. Entretanto, apenas agora que seus efeitos estão sendo divulgados. Alguns médicos ginecologistas já deixaram de indicar determinadas marcas, fale com sua médica de confiança e tire suas dúvidas.


Deixe uma resposta

Compartilhe: